Do Urbanismo

Este blogue foi uma experiência muito engraçada mas está prestes a chegar ao fim, esta publicação será o meu último palavreado por aqui. Intitula-se “do urbanismo” mas poderia ser “da Intolerância” acontece que se mudasse o título, passaria duma acusação a uma ode, sim eu sou intolerante, orgulhosamente intolerante e não digo isto pensando nas […]

Read more "Do Urbanismo"

Amizades Perdidas

Este texto não é fictício e serve apenas para mim logo escusam de o ler, é uma tentativa de recuperar as minhas amizades perdidas. Muito provavelmente será atualizado ao longo dos tempos pois pode existir uma amizade que já não me lembre no momento de escrita, também duvido que haja muitas mais. 1 – Foste […]

Read more "Amizades Perdidas"

Dicionário de Sentimentos (2)

Quando fiz o primeiro texto deste dicionário achava eu que ia escrever muitos mais, mas afinal já estamos no segundo e no último texto, portanto é um dicionário não muito grande. Acontece que os sentimentos estão muito bem instalados na população em geral logo não preciso de esclarecer mais nada, de facto a melancolia/nostalgia/saudade tinham […]

Read more "Dicionário de Sentimentos (2)"

Mar de Tédio

Viajar é a coisa mais estúpida que existe devido à falsidade que consiste viajar. Renovar as vistas, os cheiros ou seja o que for é tudo uma mentira pois é tudo igual ainda mais hoje em dia com o mundo globalizado, o igual ainda é mais igual, o diferente é na verdade igual. O viajar […]

Read more "Mar de Tédio"

Poesia veloz e Poesia vagarosa

vivo com um aquecimento cerebral em que tudo se bloqueia, tudo tenta andar mas da mesma maneira que a falta de óleo em certas rodas nestas lhes pára, isto aqui ligeiramente em cima já que eu me equilibro com os olhos, anda sem óleo, imagino que o meu cérebro esteja completamente imundo cheio de pó […]

Read more "Poesia veloz e Poesia vagarosa"

Desejo Desaparecer

Porque eu não sei se a morte realmente corresponde ao desaparecimento, mas o que acontece é que é cobardia minha que ainda não perdeu o medo de pôr um fim (poderei chamá-lo assim? como se um muro numa linha reta no vazio se tratasse?) neste sufoco que muitos apelidam vida com grande dose de ironia. […]

Read more "Desejo Desaparecer"

Dicionário de Sentimentos (1)

A minha noção do conceito de cada sentimento resulta da minha observação que tenho da utilização das palavras que representam os sentimentos, portanto nada de novo, as pessoas dizem que tal tem um nome, e eu através de todas as situações com o mesmo nome tiro generalizações. Como as situações aplicadas com o mesmo nome […]

Read more "Dicionário de Sentimentos (1)"

conversa sobre o nada

ainda bem que a nossa viagem começa num comboio, isto é como um museu em movimento -como um filme? não porque os filmes são como a vida em forma muito mas muito pequenina, é esta pobreza do cinema que a faz arte frustrante, mas é o fato dela ser como a vida que a torna […]

Read more "conversa sobre o nada"

À procura do viver

Vejo uma meta extremamente do ser qualquer que em qualquer deste mundo pode perfeitamente alcançá-la, é esta meta então aquela que eu ansiosamente e muito ansiosamente procuro que o tempo passe, que as coisas por espontânea geração apareçam e se desvaneçam por todas as espontaneidades daqui do globo. Neste corpo que me segura com formas […]

Read more "À procura do viver"

Namorada

Voam tantos perfumes e eu não consigo identificar os diversos odores, ah mas este soa-me a rosas dum grande jardim próximo dum bosque. E o outro é como se fosse chuva, belos aguaceiros que ao caírem na doce relva transmitem-nos a sabedoria de ser “rã”. Quero ser romântica mas sou uma tempestade, talvez daquelas em […]

Read more "Namorada"